Sábado, 15 de junho de 2024







Focos de queimadas aumentam 50% nos primeiros meses de 2024 em Rondônia, aponta Inpe

Rondônia registrou um aumento de 50% no número de focos de queimadas registrados nos primeiros cinco meses de 2024, em relação ao mesmo período de 2023, revelou os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

👉 🔥 Os focos ativos estão relacionados à detecção de incêndios em tempo real através de satélites, de acordo com informações Inpe.

De acordo com os dados do “Programa Queimadas” do Instituto, entre os meses de janeiro a maio de 2024, o estado registrou 282 focos de queimadas; o que representa um aumento de 50%, em comparação com o mesmo período de 2023, quando 188 focos foram detectados.

Até o momento, março foi o mês de 2024 com o maior número de focos, com 79 notificações. Janeiro foi o período com o menor número de registros.

Veja os dados:

Um foco precisa ter pelo menos 30 metros de extensão por 1 metro de largura para que os chamados satélites de órbita possam detectá-lo. No caso dos satélites geoestacionários, a frente de fogo precisa ter o dobro de tamanho para ser localizada, segundo informações do Inpe.


spot_img


Pular para a barra de ferramentas