Rondônia,  às 08:06:57- Email: [email protected] - Telefone: 69 9 9284-5099.




Jovem de Ji-Paraná representará Rondônia no Miss Brasil



Hycary Leite. Grave bem esse nome. Ele designa a identidade nominal de uma jovem miss, de 19 anos, residente em Ji-Paraná, no bairro Urupá.

Aos 10 anos ela sonhava em ser modelo e, para isso acontecer, começou a participar de desfiles e concursos que a Escola Rio Urupá, onde estudava, realizava. “Nunca cheguei a vencer um sequer. Porém, não desisti”.

O tempo passou e Hycary continuava a sonhar e acreditar. Neste ano, ela ficou sabendo do concurso Miss Ji-Paraná, participou e ganhou. Depois foi classificada para o Miss Rondônia Oficial e, mesmo sem muito apoio, inclusive financeiro, decidiu se inscrever e participar.

Advinha? A garota estreante foi destaque e venceu o concurso a nível estadual. E, detalhe, vai participar do Miss Brasil Globo, que será realizado em Brasília nos dias de 16 a 18 deste mês de setembro.

“Vencer o Miss Rondônia foi um momento extramamente emocionante. Eu só sabia sentir e viver. Eu não esperava ganhar, uma vez que meu objetivo era apenas ganhar experiência; além, claro, de fazer novas amizades”, disse Hycary.

No começo da próxima semana ela embarca para Brasília para encarar a disputa que é bem mais difícil, mas não impossível, de vencer. Caso supere as demais candidatas dos demais estados da federação, Hycary estará apta a participar do Miss Universo.

“Seguindo nossa tradição, um dos trajes que escolhi para desfilar foi o country. Eu cresci assistindo ao baile da rainha aqui em Ji-Paraná e achei por bem homenagear o segmento”, revelou Hycary.

E agora, que venha o Miss Brasil então.

“As minhas expectativas para o evento se restringem ao meu mesmo intento do Miss Rondônia, que é ir e participar para ganhar experiência, aprender com o evento e com as demais meninas que vão estar lá e também a me desafiar em coisas grandes. Para mim, ter chegado onde já cheguei, é lucro. Vai ser uma honra representar meu estado e, sobretudo, minha cidade no evento”, finalizou Hycary.

 

Por Fernando Pereira DIÁRIO DA AMAZÔNIA


+ Notícias