Rondônia,  às 19:23:33- Email: [email protected] - Telefone: 69 9 9284-5099.




Prefeitura de Ji-Paraná promove reunião para apresentação de análise interna



A Prefeitura de Ji-Paraná realizou, na última semana, uma reunião para apresentar o resultado de monitoramento das recomendações da Auditoria do Controle Interno (Audin), direcionada às atividades de Recursos Humanos (RH) e Folha de Pagamento (Fopag), contidas no Relatório de Auditoria Interna.

O encontro ocorreu na Câmara Municipal de Ji-Paraná, com a titular da Controladoria Geral do Município (CGM), Patrícia Margarida Oliveira Costa, o auditor de Controle Interno Municipal, Gilmaio Ramos de Santana, e representantes das secretarias municipais da Fazenda (Semfaz) e de Administração (Semad), além da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMT), Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Ji-Paraná (Agerji) e Fundação Cultural de Ji-Paraná (FCJP).

A análise dos dados foi realizada a pedido do Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB), para avaliar possíveis irregularidades nos sistemas de controles internos da Administração Municipal, evitando erros já ocorridos em gestões anteriores.

“A reunião ocorreu para apresentar os resultados do levantamento. Como há um histórico de erros e falhas, em administrações passadas, o Prefeito Isaú Fonseca solicitou que fosse feito esse levantamento, para que não cometêssemos os mesmos erros”, explicou a controladora geral do Município, Patrícia Margarida Oliveira Costa.

O objetivo do encontro foi apresentar o resultado do monitoramento da Audin, a respeito dos controles internos dos órgãos de RH e Fopag. Pois, do resultado, constam diversas recomendações que serão implementadas pelos gestores dos referidos órgãos.

“Foi decidido a fixação, via Decreto, exigir dos responsáveis pela alta administração que elaborarem e mantenham atualizados manuais de procedimentos com definição de fluxos, rotinas e procedimentos de controles, especialmente quanto à configuração, geração, processamento, empenhos, liquidação e pagamento, contabilização e conferências e verificação de folhas de pagamentos de pessoal”, afirmou Gilmaio Santana.

A titular da CGM ainda detalhou que nenhuma irregularidade grave foi localizada pelo levantamento realizado. “Essa análise foi feita para aprimorar ainda mais os controles, tanto na folha de pagamento, como em todos os outros setores da Administração Municipal”, ressaltou Patrícia.

Matéria: Azenir Rosa
Fotos: Arquivo Ascom


+ Notícias


Posting....