Rondônia,  às 21:32:31- Email: [email protected] - Telefone: 69 9 9284-5099.




Raro banheiro do período do primeiro templo é encontrado em Jerusalém



Um raro banheiro do período do primeiro templo, que estima-se ter mais de 2.700 anos, foi descoberto por arqueólogos israelenses. Essa descoberta foi feita durante uma escavação que ocorreu enquanto a construção de um novo complexo turístico no bairro Armon Hanatziv era feito.

Segundo Yaakov Bilig, o diretor da escavação, os banheiros deste período eram muito raros, e cerca de dez vasos dessa época são conhecidos hoje como achados arqueológicos.

A descoberta do raro banheiro do período do primeiro templo

O banheiro privativo foi encontrado em um local que antigamente era uma grande propriedade real que tinha uma vista para o que hoje é a Cidade Velha.

O cubículo de banheiro do período do primeiro templo era feito de calcário, e consistia de uma tigela de pedra que possuía um orifício no meio. Essa pequena construção estava localizada em cima de uma fossa séptica profunda, onde dentro dela foram encontrados resquícios de cerâmica e também ossos de animais.

Segundo o professor Biling, esses resquícios podem nos dizer mais sobre como era o estilo de vida e dieta que as pessoas dessa época possuíam, assim como doenças antigas que eles contraiam.

Ao redor do cubículo, os arqueólogos descobriram colunas de pedras arquitetônicas e evidências de que havia um jardim que rodeava o banheiro, com plantas e árvores frutíferas.

Os banheiros privativos eram artigos de luxo

Por mais que atualmente os banheiros sejam relacionados a algo sujo, na época dos Reis de Judá em Jerusalém, ter um banheiro era considerado um artigo de luxo já que poucas pessoas tinham condições de ter um banheiro privativo.

Segundo o diretor da escavação, que fala em nome da Autoridade de Antiguidades de Israel, “Apenas os ricos podiam pagar para ter banheiros. Mil anos depois, descobrimos que quando os sábios da Mishná e do Talmud levantaram vários critérios que definem um homem rico, Rabi Yossi sugeriu que um homem rico é ‘todo aquele que tem uma privada próxima de sua mesa.’”

A importância da descoberta atualmente

Imagem: Yoli Schwartz / Israel Antiquities Authority

Por mais que não pareça, a descoberta deste banheiro do período do primeiro templo, é considerado um ícone da arqueologia, já que os banheiros de pedra dessa época eram muito raros e considerados como uma tecnologia de ponta. Os vasos que já foram descobertos estavam, em sua maioria, na Cidade de Davi.

Porém, por mais extraordinário que esse item pudesse parecer na época, há indícios de que o povo de Jerusalém não foi o primeiro a utilizar banheiros de pedra. Segundo um artigo da Discover Magazine, a arqueóloga Jennifer Bates, da Universidade da Pensilvânia disse que há registros que mostram que os banheiros se originaram há 4.500 anos atrás na Mesopotâmia.

As pessoas que viviam neste crescente fértil e faziam parte da elite, possuíam cadeiras de tijolos que eram construídas sobre canos que conduziam a fossas fechadas. Por mais que o banheiro do período do primeiro templo de Jerusalém não seja tão avançado quanto o seu antecessor, ele ainda é uma descoberta importante por conta da sua raridade.

Letícia Silva Jordão

Letícia Silva Jordão

Trabalha como redatora freelancer e nas horas vagas adora ler sobre história e conhecer mais sobre as principais religiões do mundo.


+ Notícias


Posting....