teensexonline.com

Sexta-feira, 12 de julho de 2024








Rondônia vê salto de US$ 300 milhões na exportação de carne em 5 anos; veja quem são os principais compradores

A exportação de carne bovina produzida em Rondônia registrou um aumento de US$ 300 milhões em cinco anos, revelou o governo do estado. Em 2018 foram exportados US$ 587,6 milhões e em 2023, o volume de carne exportada saltou para US$ 960.

Mas quem são os principais compradores e apreciadores da carne bovina de Rondônia? Segundo a administração estadual, os cinco países que mais compram a carne rondoniense são:

  • China;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Chile;
  • Hong Kong;
  • Egito.

Rondônia é responsável por cerca de 9% da exportação de carne bovina no Brasil e é o maior da região Norte.

Dados da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) revelam que em 2023, quase 3 milhões de bovinos foram abatidos no estado. De acordo com o órgão, foi o 5º maior volume de animais abatidos no país.

Novo comprador

Em fevereiro deste ano, Rondônia recebeu autorização para exportar carne bovina para o Canadá. A liberação foi dada após análise feita pela Agência Canadense de Inspeção Alimentar (CFIA), por meio do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

Segundo o Governo Federal, regiões que possuem reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (WOAH) como zonas livres de febre aftosa sem necessidade de vacinação foram liberadas para exportar carne para o Canadá.

📌 Em 2021, o estado de Rondônia recebeu o reconhecimento internacional como zona livre de febre aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês). O estado já era reconhecido como área livre da aftosa pelo Mapa desde abril de 2020.


spot_img


Pular para a barra de ferramentas