SOJA: Baixa umidade reduz ritmo de semeadura no Brasil

Com as chuvas irregulares e abaixo do esperado, produtores de soja diminuíram o ritmo de semeadura da nova safra, que havia sido iniciada em diferentes estados. As previsões do Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) indicam mais de 70% de probabilidade de chuvas em diversas regiões do Brasil nos próximos dias, mas de forma irregular. Esse clima adverso pelo segundo ano consecutivo vem preocupando agentes, tendo em vista que pode voltar a prejudicar a segunda safra no Brasil, especialmente de milho. Ao mesmo tempo, incertezas relacionadas ao crescimento da China e a uma empresa do segmento imobiliário daquele país acabaram pressionando os valores brasileiros do grão. Entre 17 e 24 de setembro, os Indicadores de soja ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ – Paraná caíram 0,97% e 0,9%, com respectivas médias de R$ 173,73/saca de 60 kg e de R$ 170,06/sc.

Fonte: Cepea .

- Advertisement -
spot_img

Mais notícias +